segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Os Oscares deste ano



Desta feita, não fiz a noitada do costume para ver os Óscares.

Confesso que gostei sobretudo dos resultados dos argumentos, sobretudo, o adaptado para o Sr. Allen, e dos actores secundários que estiveram muito bem nos respectivos filmes.

Acho que o Artista merece as honras recebidas, mas gostava de ter visto o de melhor realizador para o Sr. Allen, porque o Meia-noite em Paris é um filme mágico e merecia ser premiado por algo deste género e não algo para encher mais adiante, só porque ainda não levou nenhum prémio.

Gostei da Dama de Ferro e é justo o Óscar para a Meryl Streep, mas tinha um fraquinho pela Viola Davis nas Serviçais e a senhora já merecia uma coisa destas.

Tive pena que o Cavalo de Guerra, que vi este fim-de-semana e que é um belo filme, não tivesse tido direito a nada.

Uma Separação que ganhou o melhor filme estrangeiro não é filme que me tenha impressionado por aí adiante, mas também não vi os outros, por isso, não sei se havia melhor candidato.

Este ano, foi sem supresas e sem grandes decepções, há anos piores.

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

Parar é morrer




Por isso, continua-se a patilhar, mesmo que mais devagar e com mais pausas.


Desta feita, uma visita de médico a Aveiro, que é uma cidade encantadora e à qual hei-de voltar com mais tempo.

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

A casa da diversão



Welcome to the House of Fun
Now I've come of age
Welcome to the House of Fun
Welcome to the lion's den
Temptation's on his way
Welcome to the House of...

House of Fun - Madness




Estava a almoçar e começar a dar este vídeo no VH1.


Sempre adorei Madness e a sonoridade do ska, mas o que mais me agrada é que os vídeos destes senhores são uma pedra. Acho que a temática e sonoridade dizem bem com o carnaval que se aproxima.


A casa da diversão também podia ser o meu escritório, também conhecido pela casa dos doidos e a casa que eu um dia destes remodelo a toques de lança-chamas ;)

quarta-feira, fevereiro 15, 2012

O meu pai canta no banho...

Eu sou mau, eu sou mau

E tenho um ginete pior que um lacrau


Atribuído a Manuel Fernandes, título desconhecido



O meu pai canta no banho. Pensarão vocês, que bom, que boa disposição que o rapaz tem.

A verdade é que devia ser ilegal alguém acordar com tão bom humor. As pessoas normais atiram-se ao tecto quando expostas a tão bom humor logo pela manhã.


Outro problema é o timbre. O meu pai não tem a voz da Adele, vamos dizer já de abertura. E ouvir uma cana rachada logo pela manhã, sobretudo ao fim-de-semana, quando ainda estamos no choco, desperta os mais profundos sentimentos assassinos na pessoa média. Perguntam-se os incautos o motivo da vossa escriba acordar cedo mesmo ao fim-de-semana? É porque se durmo muito, acordo com uma serenata de gatos esganados e a pensar em genocídio.


E por fim, as canções escolhidas. Trata-se geralmente de algo retirado do repertório dos anos 50, 60 e 70 e com as letras o mais cretinas possível. Como a entidade paternal geralmente não sabe a letra toda, limita-se a repetir o refrão durante os dez minutos que demora o duche.


O exemplo de ontem era este. Tenho outros e vou começar a pô-los também aqui.

Porquê? Talvez para vocês contribuirem para a vaquinha de "Paguem umas aulas de canto e cultura musical ao Zé".

Ou porque tem piada. Escolham a que preferem.

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Boas notícias precisam-se



Dizia eu hoje a uma amiga que me deu uma boa notícia, que ficava satisfeita porque as boas notícias têm sido escassas e espaçadas. Que devem ser acarinhadas por isso (nota: é que assim procriam e multiplicam-se).

Acrescento aqui que ando sedenta de boas notícias, porque sou uma firme crente que as boas notícias puxam mais boas notícias e contribuem para a melhoria do nosso estado de espírito. É o karma a funcionar, digo eu.

Mas é da minha vista, ou isto anda mesmo muito mal no departamento das novidades positivas? Digam-me que sou só eu, para eu ficar mais animada e com melhores perspectivas para o futuro.

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

Estás a dar o melhor de ti?



I've got another confession to make
I'm your fool
Everyone's got their chains to break
Holding you
Were you born to resist?
Or be abused?
Is someone getting the best

The best, the best, the best of you?

Foo Fighters - The Best of You



Nem sempre damos o melhor de nós e nem sempre o damos às pessoas que o merecem. Mas devemos esforçar-nos por o fazer, mesmo que nem sempre sintamos coragem e disposição para isso.


Para mim, esta é a melhor dos Foo Fighters.

terça-feira, fevereiro 07, 2012

Ignorance is Bliss






Razão têm os Americanos ao dizer que a ignorância é felicidade.

A máxima não é para ser tomado em absoluto, mas estamos muito melhor sem saber certas coisas.

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

Alerta, Marretas



Vou já ver o novo filme este fim-de-semana e com expectativas muito elevadas.

Fica aqui um dos meus sketches preferidas dos Marretas e uma dúvida, afinal o que é um mahna mahna? Se alguém souber esclarecer...