terça-feira, março 03, 2009

Leituras



Estou neste momento a ler:

“Sword Song” de Bernard Cornwell (romance histórico do tempo do Rei Alfredo de Wessex)
“De Olhos Postos no Sol” (do psico-terapeuta Irvin D. Yalom sobre o medo da morte)


Tenho à espera de ser lidos, sem ordem especial:

“Hitler” de Marlis Steinert (A biografia do homem do bigodinho ridículo)

“Fortaleza Digital” de Dan Brown (Policial do Sr. “Jesus tinha uma garina”)

“Cause of Death” de Patrícia Cornwell (Policial de uma das melhor autoras do género)

“Selbs Mord” de Bernhard Schlink (Policial do autor de “O Leitor”)

“Beim Häuten der Zwiebel” de Günter Grass (A biografia polémica do autor)

“Gulag – a History” de Anne Applebaum (a experiência da autora num Gulag soviético)

“Mother Tongue” de Bill Bryson (o autor debruça-se sobre a língua inglesa)

“The Baboons Who Went This Way And That” de Alexander McCall Smith (contos tradicionais africanos)

“The Girl Who Married a Lion” de Alexander McCall Smith (contos tradicionais africanos)

“Leben des Galilei” de Bertolt Brecht (peça de teatro sobre a vida de Galileu)

“O Jogador” de Fiodor Dostoievski (conto do conhecido autor russo)

“Os Pequenos Mundos do Edifício Yacoubian” de Alaa El Aswany (A história da vida num edifício por um autor egípcio)

“Sonderkommando” de Shlomo Venezia e Béatrice Prasquier (A história da vida de um prisioneiro italiano em Auschwitz)

A caminho, via Amazon, estão:

“The Miracle of Speedy Motors” de Alexander McCall Smith (a continuação das aventuras de Mma Precious)
“The Last Hero” de Sir Terry Pratchett (um dos poucos itens da colecção Discworld em falta)


Ando há anos a tentar diminuir a pilha dos livros a ler, sem sucesso. Sempre que tiro um, parece que se juntam mais dois.
Aceitam-se sugestões para dar vazão à pilha.

13 comentários:

Thunderlady disse...

Eu já desisti de oranizar as leituras. A pilha aumentava sempre e nem sempre os lia pela prdem com que tinha idealizado. Vai daí.. quando acabao um pego no que mais me apetece na altura :)

Ainda não acabei os Maias, ahahah, estou também com outras tarefas pelo meio e o tempo não dá pra tudo...

Precious disse...

Bem, eu tendo a pegar também no que me chama mais naquele momento. E tenho outra regra, livros mais pequenos e leves para férias e deslocações, mastodontes para ler em casa.
A pilha ainda assim não baixa.

Gi disse...

Nem nunca irá baixar a pilha, Precious, digo eu que já cá ando há mais tempo que tu.

velvetsatine disse...

Espero que gostes de Mother Tongue; é dos meus preferidos do Bryson. Li Das Leben des Galilei para uma qualquer cadeira de literatura na Faculdade. Na altura sei que gostei. Mas muito bom, e este sim aconselho-to vivamente, é Draussen vor der Tür de Wolfgang Borchert; do melhor da literatura alemã do pós-guerra.

Boas leituras e vai pondo comentários e excertos!

Júlio disse...

Txiiiiii a tua pilha é bem maior que a minha...

Li 'O Jogador' há pouco tempo... e gostei. De resto, quase todos me parecem interessantes e seria capaz de os ler, menos o Dan Brown... prometi a mim mesmo que nunca mais...

**

Precious disse...

Gi, eu sei que há-de haver sempre pilha, ela existe aliás há muitos anos, mas tinha esperança de baixar para uma meia dúzia.

Velvetsatine, vou ver se encontro o livro do Sr. Bochert. Mais um para a pilha...

Júlio, o que tens contra oa Sr. Brown? Eu acho que escreve bons policiais. Pelo menos, sabe criar bom suspense, e nem todos os policiais conseguem lá chegar.

Noiva Judia disse...

Eu nem faço a lista do que tenho em espera, que é para não desanimar...

Hannah disse...

Começar a procurar os resumos da Europa-América ;)

Bem, eu a pensar que tinha uma lista enorme de livros "a ler", afinal bastes-me aos pontos :)
A vida é demasiado curta para tantos livros, não é? :)

Precious disse...

Bem Noiva, apesar de ser uma mulher que adora listas, confesso que fiz a lista de propósito ao olhar de relance para os fanecos no fds. Só mantenho a lista do que quero e ainda não tenho.

Hannah, já foram mais, eu é que comecei a tentar despachar-me mais depressa ultimamente. Quanto a teres uma pilha mais pequena, das duas uma: Ou lês mais depressa que eu ou não és tão shopaholic de livros como eu.

Hannah disse...

Acho que nos últimos anos ando mais controlada na compra de livros, tenho a minha lista, mas vou comprando à medida que o último está a acabar. Mas de vez em quando o orçamento lá leva uma razia devido ao impulso descontrolado de comprar livros :)
Há coisas piores! ;)

Precious disse...

O vício dos livros só é mau para a carteira, não tem grandes contra-indicações para a saúde.
Se bem que, se o livro for cativante, tendo a não dormir horas suficientes e isso não é lá muito bom.

deKruella disse...

Já li dois dos que tens na tua lista e não te posso dar qualquer sugestão qt a diminuição da lista porque a minha infelizmente é maior que a tua...já tenho livros que estão à 4 anos em espera...isto porque entretanto outros os vão passando à frente...e tão pouco tenho uma previsão de qd os posso vir a ler.

Mas também fazem parte do meu kit de emergência...estão ali (numa secção da minha estante) caso não tenha mais para ler.

E digo-te se acaso tirar algum daquela secção( calculo que só estes sejam uns 9) começo a entrar em pânico porque "já tenho pouca coisa para ler" :S...faz sentido?

Precious disse...

K, hoje que todos vamos passando livros à frente, quando nos apelam mais do que os que estão na pilha.
Há muito tempo, quando tinha para aí uns quatro livros na pilha, também entrei em stress a julgar que ficaria sem nada para ler. É normal para quem adora livros.