terça-feira, julho 21, 2009

Hoje sinto-me étnica...



Judia hassídica, para ser mais precisa. Mas daquelas que "rapam" como os moços do vídeo.
Sim, Erran Baron Cohen é o mano do Sacha/Ali G/Borat/Brüno e aparentemente tão louco quanto ele.

Mas já não é este o vídeo apresentado, porque a New Line não deixa. Sim, toda a gente sabe quem é este moço, por isso, convém dificultar a divulgação.
Contudo, porque o próprio Erran não deve ter nada a ver com esta proibição da treta e não deve ser prejudicado por isto, fica aqui o link para quem quiser ir ao Youtube ver: http://www.youtube.com/watch?v=tY9ImWxjiug
Posto isto, o vídeo é substituído pela versão South Park, que por enquanto continua on.


PS: Dreidel é o piãozinho, que os judeus têm o costume de jogar no Hannukah. Ambas as canções têm o mesmo princípio e parcialmente, a mesma letra.

4 comentários:

Noiva Judia disse...

Pazita, temos de mandar o Youtube levar num sítio que eu cá sei... O vídeo já não tá disponível "due to terms of use violation". Raios os partam, pá!

Precious disse...

Poça, desta vez foram rápidos.
Lá vou eu ter de ir ao metacafe.

Noiva Judia disse...

Dreidel, o único jogo que a senhora minha avó, uma pessoa muito pouco dada à jogatana, gostava de jogar. Enquanto o meu avô me ensinav a jogar às cartas, a minha avó usava o jogo do dreidel como manobra de diversão para, entre outras coisas, me fazer engolir o almoço, que eu teimava em não comer (quem diria que eu já fui tão avessa a comida, hehe...)

Precious disse...

Acho que também tive uma coisa destas, mas não tenho qualquer memória agradável ou não, que salte assim de repente sobre o brinquedinho.
Só me lembro do espanto da Mana a ver um reco-reco (objecto também judeu) numa sinagoga de Praga e de quase acusar os moços de no-lo roubarem, quando o que aconteceu foi o contrário ;)