segunda-feira, setembro 28, 2009

Uma cidade sagrada



Kairouan é a quarta cidade mais sagrada para o Islão, a seguir a Meca, Medina e Jerusalém. Aposto que não sabiam, eu também não sabia antes de pôr o pezito aqui (ou melhor, antes de ler o Lonely Planet).
Este é o minarete da Grande Mesquita, a mais antiga do norte de África e objectivo final de muitos peregrinos. A mesquita original era anterior ao nascimento de Cristo, mas foi reconstruída no século IX.
Foi aqui que o Islão começou a conquistar o norte de África.




Como a paragem aqui foi curta e mais uma vez não se podia visitar a sala de orações, contentei-me em entrar nesta loja, de cujo terraço se tinha uma boa vista do pátio central da mesquita. Como é regra na Tunísia, a porta é giríssima e tem imensos pormenores mimosos.




Isto não seria o blog desta vossa escriba se não tivesse uma fotografia de um cemitério.
Aqui, seria difícil escapar a este, pois está mesmo à porta da cidade e da mesquita principal e é especial. É um cemitério de homens santos.
E tem um bónus, um cartaz de propaganda com a tromba do presidente da Tunísia, Sr. Ben Ali, senhor que ocupa o poleiro, salvo erro desde 1987. Já ia sendo hora de cederes o lugar a outro, não, Sr. Ali?



Um dos pontos altos é a Medina, ou não estivéssemos numa país do Magreb.
Contudo, esta vossa escriba não a visitou por falta de tempo (a paragem aqui foi de 15 minutos). Por isso, ficam com um painel de azulejos que mostra a Medina e não com o original.


4 comentários:

Gi disse...

Se o Sr. Ben te ouve estás ali, estás aqui. ;)

Precious disse...

Ele que me venha cá caçar, Gi ;)
Parece que a queda do poleiro está para breve, pois ele está a atingir o limite dos mandatos. A não ser que faça alguma malandrice e ainda se mantenha mais uns anitos.

Noiva Judia disse...

Pensei que não houvesse limite de mandatos, para o senhor estar Ali há tanto tempo...

Muito gira a mesquita e o jardim das tabuletas, sim senhora.

Precious disse...

Eles têm mandatos muitos longos, à francesa, Noiva. Mesmo assim, acho que já deve ter havido uma dispensa especial para uma recandidatura.
A mesquita é das mais conhecidas do Islão, mas sem poder ir à sala de orações, baa!