terça-feira, março 09, 2010

Uma pequeniníssima obsessão por livros


Já hão-de ter reparado que esta vossa escriba tem uma pequenina obsessão por livros (entre outras coisas que vão aparecendo aqui no Covil reiteradamente).
Pois dois dos meus passatempos preferidos são caça ao livro e observação de livros. O primeiro consiste em revirar as secções preferidas da Faneca de alto a baixo, chegando ao ponto de me aborrecer com quem me acompanha, se tentam pedir ajuda ao funcionário. Sim, é a emoção da caça que dá pica.

O segundo é observar no motor de busca da Amazon o que está para sair no repertório dos meus escritores preferidos. Ficamos a saber, amantes de livros, que:

- O próximo volume do Discworld, de título bem poético "I Shall Wear Midnight", será da saga Tiffany Aching, para jovens leitores e é publicado em capa dura daqui a uns breves seis meses. Ao contrário do senhor seguinte, não vou esperar pela capa mole e compro mal saia. Esta imagem é uma homenagem de uma fã e pertence à saga, uma vez que as criaturinhas azuis são os NacMacFeegle, personagens eméritos da história.

- A próxima saga de Mma Ramotswe, "The Double Confort Safari Club", sai em capa dura no início do mês que vem. Em capa mole, sairá daqui a um aninho, altura em que será comprado por mim. Não será comprado antes que tenho os outros dez livros da colecção em capa mole e as imagens são mais giras.

- Os dois últimos do Jean-Christophe Grangé, "Miserere" e "La Fôret des Mânes" já existem em capa dura, o primeiro sairá finalmente em capa mole em Maio deste ano. Tenho de esperar ainda mais uns dois anos pelo outro, o que me está a causar bicho carpinteiro.

7 comentários:

Noiva Judia disse...

Talvez un voyage en France te resolva o problema dos últimos dois, não?

Precious disse...

Enquanto não saírem na edição certa, não. Mas lá para Junho, a Faneca já terá certamente o Miserere.

Precious disse...

Mas já ouvi piores argumentos pró viagem a França ;)

Gi disse...

Por acaso os livros que tu lês [ou os que costumas por aqui falar] não são os que costumo eu ler.
Acho fantástico que leias livros, geralmente, na sua língua original ... tantas coisa que se perde na tradução!

PS.: Vamos lá ver se consigo voltar à minha vida normal em comentários. Isto não anda fácil!

Precious disse...

Vou falando dos livros que leio, mas não de todos, alguns podem não ser mencionados aqui.
Tento sempre ler na língua original por causa das traduções, mas também por causa do preço que é bastante mais reduzido.
Isso da net continua difícil?

paula disse...

olha, hoje à tarde comprei um livro da mo hayder, e comecei a ler num café, um poucochinho, só.
ainda não deu para ver nada.
depois digo qualquer coisa

Precious disse...

Tens de dizer qual é, dela só li "Os Pássaros da Morte", muito bom.