quarta-feira, outubro 06, 2010

O Concerto de U2


Foi na bela cidade de Coimbra e a vossa escriba assistiu ao do segundo dia.
A banda foi tudo o que se esperava dela. Não existem fotos porque tive medo que me confiscassem a máquina. Medo que se revelou infundado.
A organização foi um caos. Os seguranças não sabiam onde ficavam as portas correspondentes a cada bilhete. Quem não entrou na primeira enchente, não foi revistado, nem as mochilas espreitadas. A cegada de fechar meia cidade para realizar um concerto. A inexistência de camas suficientes para a afluência do público (apesar de tentarmos marcar com meses de antecedência, tivemos de ir dormir à Figueira da Foz).
Sim, é importante descentralizar, mas também é importante ter condições. Aqui estiveram longe de ser as ideais.

10 comentários:

António disse...

Permita -me discordar pois achei uma excelente organização comparada com as organizações de concertos em Lisboa e Porto.Posso dizer a titulo de exemplo que sou da Figueira da Foz e na deslocação de carro e depois de autocarro demorei 30 min tanto para um lado como para o outro.E o seguranças foram extremamente competentes na indicação das portas de acesso e dos autocarros.

Precious disse...

Não estive nos outros concertos de U2, mas já vi muitos de diferentes grandezas, quer aqui em Lisboa, quer em noutras cidades. E estou habituada a ir a jogos de futebol grandes.
Nunca vi tamanha confusão à porta.
E não foram nem um nem dois seguranças a não saber a informação das entradas. A minha experiência, desta feita, não foi positiva.

Sandrine disse...

Gostei muito do concerto (não sei se se chegou a comentar o concerto em si) e pelos vistos fui uma das que foi na segunda leva porque não fui revistada.
Entrei bem e também souberam-me indicar bem as portas e tive a sorte de num instantinho me ter conseguido meter na Auto-estrada.
Pelos visto tive sorte porque comigo tudo correu bem :D
Besitos

Noiva Judia disse...

Pois eu partilho da opinião da Precious. Se querem fazer concertos desta envergadura, vejam se a cidade escolhida tem condições para o fazer. Acho lamentável a má organização em torno do concerto (a cegada com as portas, etc.), é uma anedota cortaram meia cidade por causa de um concerto (em Lisboa isso seria impensável) e o mais ridículo de tudo é fazerem um concerto de uma banda que promete elevadíssima afluência e não haver sítio na cidade anfitriã para alojar toda a gente. Mais uma vez, em Lisboa isso não aconteceria, pois a oferta hoteleira é muito mais vasta. isso só contribuiu para aumentar o meu odiozinho de estimação contra Coimbra.

Precious disse...

Achei que tinha sido mais clara do que fui, Sandrine. Adorei o concerto, acho que foram fabulosos.
Acho que deves ter chegado mais tarde do que eu. Cheguei na altura em que as portas estavam a abrir.
Nem a sair de Coimbra, tive sorte, já que nos perdemos.

Não partilho do teu ódio de estimação por Coimbra, Noiva, que acho uma cidade simpática. O meu único motivo de queixa é mesmo a organização, a falta de quartos, o cortar de uma parte substancial da cidade.
Mas o concerto foi fantástico e era isso que se pretendia.

V. disse...

Também estou habituada a ir a concertos em vários sítios e um dos que me marcou pela organização - digamos que alternativa - foi festival do Ermal em 2001, creio.
Mas regra geral se gosto do concerto esqueço o resto (logo aqui se nota que o meu "trauma" não foi grande ;))

Noiva Judia disse...

Sim, quanto ao concerto, nada de negativo a dizer. Os U2 foram fantásticos, como se esperava que fossem. Depois de 13 anos sem os ver, foi óptimo revê-los e constatar que continuam em grande forma ao vivo.

Precious disse...

V, eu cada vez mais prezo o meu conforto. Sobretudo se estou a ter grande despesa e esta brincadeira não ficou nada barata.

Noiva, foi a minha estreia e adorei. Não sei se repito, graças ao problema que é arranjar bilhetes.

Leonor disse...

Nada como experiências diferentes nestas coisas... Se calhar, os coitados que não sabiam «arrumar» o pessoal, foi coisa daqueles casais que compraram o bilhete quando o era e deixaram de sê-lo na data do concerto. A organização quis ser tão boa, que se desorganizou ao re-agru~par o pessoalito.
Parece-me que devia ter-me juntado a vós. Tenho família em Coimbra e no chão cabíamos de certeza. Não que eu seja fã de acampar...

Precious disse...

Eu também tenho família em Coimbra, mas pareceu-me mal aparecer lá à má fila. Assim também se passou.