quarta-feira, novembro 18, 2009

Capas de Discos Parte VII


Tradução da capa: "Querida Mãe... um ramo de flores que não murcha, um presente para todo o ano"


Finalmente, um adversário à altura da Sra. Millie Jackson, ou não fosse a Alemanha um país exímio no kitsch.
Não há palavras para o visual do bom do Heino, se bem que podem tentar formular algumas opiniões nos comentários.
Quanto ao ramo de flores que não murcha, algo aqui dentro murcha ao olhar para esta capa. Tenho razão ou tenho razão?

10 comentários:

Hannah disse...

Parece o Karl Lagerfeld com menos uns anitos.
Mas tens razão... algo em mim, murchou. Como poderia não murchar? :/

Precious disse...

O Karl Lagerfeld não é assim tão sinistro, Hannah.
E mesmo o Heino tem o cabelo menos platinado e ficou com um ar mais normnal. Sim, eu fui saber do paradeiro do senhor... Não fosse haver mais alguma capa promissora.

Gi disse...

Se já não existisse ele ainda inventaria um sabonete com este cheiroso bouquet e chamá-lo-ia Heino Depravia(do).

Precious disse...

Xiii, a chamar depravado ao pobre senhor. Lá porque parece um rato de laboratório albino, não quer dizer que seja depravado ;)

Noiva Judia disse...

Eu acho que as flores não murcham, porque o Heino tem um olhar tão esgazeado e ameaçador, como quem diz: "Se murcham, fuzilo-vos!"

Precious disse...

Esagazeado, sim, ameaçador, não, Noiva. Olhar para o senhor só me causa tristeza ou vontade de rir, não medo.

Sandrine disse...

epá o senhor, ou mais precisamente, o seu olhar faz-me lembrar um animal qualquer que não me lembro de momento mas que.... mas que causa muitooooooo MEEEDDDDDDOOOOOOO

Precious disse...

Este blog recebe visitas de mulheres muito medrosas, valha-me JC ;)
Esperem para ver o que vem aí...

David disse...

Jesus!!!
Este senhor poderia ter sido o filho do falecido Fuhrer...
Aquele olhar de ariano esgazeado...
Até me dá arrepios...
Será que o Sr. teve sucesso???

Precious disse...

Continua a gravar, podem ver aqui: http://www.heino.de/
E agora está com um arzinho um pouco mais normal (seja lá o que isso for). Parece um Roy Orbison versão rato de laboratório, mas menos platinado ;)