quinta-feira, fevereiro 05, 2009

Idade + excesso de trabalho fazem isto...




Vou fazer uma malandrice e contar uma private joke de Barcelona.
Estava eu contando à Mana que tinha visto a Julieta em Munique (a senhora da foto) e não tinha percebido o que fazia ela tão longe de casa.
Transcrição mais ou menos fiel da conversa que se seguiu:

Mana: "Quem é a Julieta?"
Precious: "Oh mulher, estás parva? Então não sabes quem é a Julieta?"
Mana: "Assim de repente, não estou a ver."
Precious: "A Julieta da literatura. A senhora que juntamente com o namorado é muito famosa. Quem é o namorado da Julieta?"
Mana: "O Dartacão!"

E após dar-lhe veementemente nas orelhas, dizendo que o Dartacão não é uma personagem na literatura e explicando que a Julieta é do Romeu, acabámos a conversa a cantar a canção do Dartacão.

Estão a ver o que acontece quando os neurónios chegam aos 30 anos e se trabalha demasiado? Volta-se à infância ;)
Eu ainda não estou lá, mas acho que está para breve, pois a verdade é que a minha cultura geral não é o que era quando ainda estava na fase teen.


PS: A Mana não lê o blog, mas eu vou mandar-lhe o post para ela exercer represálias se quiser. Se ela responder, logo publicarei nos comentários.

13 comentários:

Gi disse...

O Dartacão era bem mais interessante que o Romeu.

Precious disse...

Pelo menos não se matou porque burro achou que a chavala tinha quinado ;)

Hannah disse...

Esta conversa também poderia ter sido tido com um "jove", daqueles que ficam a olhar para nós quando falamos de coisas "do nosso tempo" :)
Mas a Mana decerto estava distraída... :)

Precious disse...

Tendo em conta que a Mana é das mulheres mais inteligentes que conheço, foi mesmo um problema de falta de contexto e distracção.

Precious disse...

Por E-mail, The Crow disse:

"Só para dizer que a conversa da Julieta está ao nível daquela situação do Carlos Cruz a perguntar a uma concorrente se sabia quem era a Abelha Maia, e ela responder: “Só sei que é a namorada do Calimero!” :)"

Precious disse...

The Crow, na altura, esta conversa lembrava-me a anedota do marido que pede instruções à mulher sobre como usar a máquina para lavar a camisola do Mantorras ;)

Júlio disse...

Lembrei-me de uma trauma da passagem de criança à fase seguinte, seja qual seja... Um dia descobri que o Dartacão não era mesmo 'o' original... Havia um gajo chamado Dumas que tinha criado um D'Artagnan ou lá como se escreve...
E depois a Julieta... e o Romeu a complicar...
Não há criança que entenda isto...
**

Noiva Judia disse...

Também, quem manda dar à namorada do Dartacão o mesmo nome que o da namorada do Romeu? Julieta não é nome de cadela e quase todas as personagens dessa série tinham o seu nome "canificado". E além disso, Julietas há muitas, coitada da Mana, como é que ela se havia de entender?
P.S. Folgo em ver que a nossa jurisprudência anda a ser bem representada em terras alheias, mostrando a nuestros hermanos que além de leis, também são versadas em séries animadas infantis ;)

Precious disse...

Júlio, tudo se adapta e nada se inventa de novo, já naquela altura.
Mas confesso que estou admirada por um rapaz fresquinho como tu ainda se lembrar do Dartacão. Não te estou a chamar novo, estou a intitular-me velha ;)

Pois é Noiva, para quê usar o mesmo nome, é só para dar confusão.
Isto toda a gente é versada das séries da sua infância, são as memórias que perduram (que bonito, não é?)

Precious disse...

A Mana exerceu o seu direito de resposta e não quis bater-me!. Cá está o que ela disse via E-mail:

"Simplesmente brilhante!!!

Só mentes "muito evoluidas" teriam esta conversa.

Beijos"

Precious disse...

Sim, Mana, tens toda a razão, somos umas mulheres muito à frente.

Sandrine disse...

Fartei-me de rir com o lapso!!! :)
Mas acabaram em grande que eu adoro uma boa cantoria do Dartacão!! :P

Precious disse...

Poderemos ensaiar uma cantoria em coro no próximo almoço. Que tal?