quarta-feira, outubro 14, 2009

Capas de discos parte V



Sim, também se fizeram capas kitsch aqui no nosso burgo.

Acham que ia deixar passar o oportunidade de mostrar o nosso portento kitsch, Marco Paulo, numa altura em que rebentava a escala?

Ainda assim, fica um bocadinho aquém da senhora a arrear o calhau.

10 comentários:

Gi disse...

Ele será sempre kitch.

Precious disse...

Agora que perdeu um caracóis, perdeu kitsch, Gi. Mas nos nossos corações, será sempre kitsch ;)

Hannah disse...

Sim, penso que vai ser difícil superar a outra senhora. Mas conto contigo para ficar a conhecer capas de discos ainda... piores ;)

Precious disse...

Já tenho mais umas três bastante promissoras. Mas ultrapassar a D. Millie, acho que não conseguem.
Continuo à procura.

Papoila disse...

Na altura em que saíu o José Cid nu, eu estava a viver na Alemanha. Escapei-me a essa visão. Convenci-me que seria para sempre, até a desnudares no teu blog. Ainda estou em recuperação... Pelo amor que tenho às muy poucas horas que durmo, minha querida, poupa-me!!!

Precious disse...

Meu amor, deves estar a fazer confusão, o José Cid nunca apareceu no covil, nem com roupa, nem desnudo.
A infame foto circulou por E-mail e não era a capa de um disco.
Eu nem gajos bons ponho aqui nús, quanto mais maus ;)

Noiva Judia disse...

Esta carapinha tipo crina de cavalo não está mal, mas acho que consegues arranjar mais kitsch...

Precious disse...

Pode-se sempre ser mais kitsch, Noiva, se bem que o nosso representante nacional está bem classificado na categoria penteados bimbos.

deKruella disse...

Olha que para o que tenho visto de capas...esta até nem vai nada mal...

O único senão é que lhe devíamos passar a chamar MO a partir dessa altura ;)

Precious disse...

Prometo tentar encontrar uma capa nacional mais promissora, vá.